Rio juntou mais de 100 jovens e recolheu contributos para o programa

“Queremos que o nosso projeto seja o mais participado e aberto possível”, afirmou Ricardo Rio, candidato da coligação Juntos por Braga, durante o Fórum Braga 2021 que juntou mais de uma centena de jovens no anfiteatro natural do Museu Dom Diogo de Sousa. Emprego, empreendedorismo, educação, desporto, cultura e associativismo foram os temas abordados, com propostas ativas e que Ricardo Rio anotou, até porque, e como justifica, “há um código genético da coligação Juntos por Braga que é ouvir os cidadãos” “Com isto vamos enriquecer o programa e construir uma linha de ação para o futuro”, frisou o candidato à Câmara de Braga.

Atletas de alta competição, jovens empresários, agentes culturais e do associativismo de Braga, e muitos jovens que fizeram questão de marcar presença no evento, lançaram ideias. Aproveitar espaços públicos vazios para criar uma casa “pós incubação de empresas” ou “uma plataforma internacional” que consiga atrair fixação de pessoas vindas de outros países foram algumas das ideias recolhidas.

Ricardo Rio considerou que as intervenções foram "ricas" e anotou três questões essenciais. “A primeira é como atraímos e fixamos os jovens para o concelho, a segunda passa pelas soluções qualificadas para os vários desafios que aqui assistem e a terceira dimensão é como nos relacionamos com as suas estruturas representativas, nomeadamente o associativismo”, frisou o candidato da coligação Juntos por Braga.

Ricardo Rio considerou mesmo algumas soluções futuras que vão dar mais motivos para tornar Braga uma cidade de uma cada vez maior referência nacional e internacional.

“A questão dos espaços para acolher a segunda fase de projetos empreendedores já existentes no concelho é um desafio que já detetámos. Nós queremos implementar em Braga o Inovation Arena. Será um espaço de acolhimento empresarial precisamente para os projetos já com outra envergadura existentes. Esta é uma situação que vamos concretizar no próximo mandato autárquico”, destacou Ricardo Rio.

Num debate coordenado pelo Mandatário da Juventude, Carlos Videira, muitos foram os jovens que "responsabilizaram" o acompanhamento autárquico dos últimos quatro anos para o sucesso das diferentes iniciativas culturais, empreendedoras, desportivas e até científicas que percorrem o concelho.

“A relação entre e o poder autárquico e as universidades que estão em Braga é um exemplo a nível nacional”, referiu Miguel Amador, engenheiro Biomédico e investigador, que se fixou em Braga e notou logo diferenças na forma como a cidade se relaciona com a comunidade académica.

Relação esta, que segundo Ana Fernandes, da ESN Minho, cria um fluxo de estudantes universitários estrangeiros a querer vir para Braga. “Estamos a falar de 300 por semestre. É uma comunidade que tece as melhores considerações sobre a cidade e a universidade. São eles que depois divulgam a região lá fora”, destacou.

Ricardo Rio sublinhou a importância da comunidade académica na região, e também na cidade, e apontou mesmo estruturas universitárias que têm - e vão continuar a ter - relevância em Braga. “A Rádio Universitária é um desses exemplos. Futuramente vai passar as suas instalações para o GNRation e terá um papel relevante na programação cultural da cidade”, disse.

Mas Rio apontou ainda outra dimensão na linha programática do programa eleitoral, lembrando que importância de se reforçar a fixação de jovens nas freguesia periféricas do concelho.
"Temos que continuar a continuar a encontrar soluções para esses jovens e até criar mais condições de levar pessoas e empresas para esses locais. Queremos cum concelho sustentável e equilibrado do ponto de vista demográfico", frisou.

Também vários atletas do desporto nacional marcaram presença no Fórum. Júlio Ferreira, atleta Taekwondo recentemente campeão da Europa, reconheceu Braga como uma cidade amiga das modalidades desportivas e o número cada vez maior de eventos. “A Câmara tem apoiado a formação dos clubes e aos eventos desportivos universitários. Este apoio faz toda a diferença na continuidade de uma carreira desportiva e conciliação com os estudos”, aponto o jovem, assim como Sandra Vaz, vice-presidente da FADU.

“As pessoas olham para Braga como referência na organização de provas. O que se faz aqui é o topo. É por isso que Braga, tem recebido nos últimos anos cada vez mais provas. Já para o ano vai ter o mundial universitário de ciclismo e europeu de futsal em 2019. São milhares de atletas que recomendam Braga”, apontou a jovem dirigente associativa.

O candidato da coligação Juntos por Braga foi mais longe e apontou o caminho do regulamento municipal para dar apoio a atletas em programa olímpico, um projeto pioneiro no país.

“Mas ao nível das infraestruturas julgo que é possível fazer mais. No imediato temos o caso do PEB e de toda a zona envolvente ao 1º de maio que está a ser remodelada. Vai dotar toda esta zona de condições excelente para a prática desportiva”, vaticinou Ricardo Rio.

No Fórum da Juventude intervieram ainda os líderes da JSD, João Rodrigues, e JP de Braga, Francisco Mota. Estiveram presentes também os vereadores e candidatos pela coligação Sameiro Araújo, Altino Bessa e Lídia Dias.

 

Juntos Por Braga

Já pode descarregar a nossa app para as versões Android e iOS.

Android iOS